Sprachtrainings, interkulturelle Kommunikation & Übersetzungen
Mag.ª Marion Gringinger • Kernstockg. 11a/62 • 8020 Graz • Österreich • +43 699 11 88 41 51 • info@marion-gringinger.at
Mag.ª Marion Gringinger
kompetent & begeisternd - mit einer Prise Humor
PROJETO ABACAXI Provérbios e expressões idiomáticas brasileiros [português - alemão] Brasilianische Sprichwörter und Redewendungen [Portugiesisch - Deutsch] Die mit * gekennzeichneten Sprichwörter und Redewendungen werden auch in Portugal verwendet. Descascar o abacaxi [die Ananas schälen] sich um ein Problem kümmern Solucionar um problema de difícil solução. - “Quem vai descascar o abacaxi?” (Um) abacaxi [Ananas] ein großes Problem Situação ou coisa que encerram complicações ou que podem trazer efeitos desastrosos. - ”Resolver um abacaxi” / “Que abacaxi! Como vamos resolver isso?” Pendurar as chuteiras [die Fußballschuhe aufhängen] „den Job an den Nagel hängen“ / kündigen / in Pension gehen Quando não queremos mais desempenhar alguma função, ou decidimos nos aposentar, costumamos dizer que vamos “pendurar as chuteiras”. Antes só do que mal-acompanhado* [Besser allein als in schlechter Begleitung] „Besser allein als in schlechter Begleitung“ Há casos em que é melhor estar sozinho do que com alguém que nos cause sofrimento e infelicidade. Muitas vezes, essa pessoa não acrescenta em nada, e só atrapalha a vida e os planos. “Eu não preciso dele para ir. Melhor só do que mal-acompanhada!” Antes tarde do que nunca (PT: Mais vale tarde do que nunca) [„Besser spät als nie“] Esse ditado é, além de conformista, uma forma de otimismo. Para que reclamar de algo que demorou para acontecer? Ao menos aconteceu! - “Finalmente passei naquele exame, pessoal. Antes tarde do que nunca!” Acertar na mosca [die Fliege treffen] (PT: Acertar na muche) „ins Schwarze treffen“ Adivinhar em cheio; acertar algo na primeira tentativa. - “Ela acertou na mosca a resposta que a professora queria.“ (Com os nervos) à flor da pele* [mit den Nerven an der Oberfläche der Haut] „die Nerven liegen blank“ / jemandes Nerven sind zum Zerreißen gespannt Estado de grande nervosismo. - “A mulher ficou com os nervos à flor da pele.“ Veja também “Flor da pele“ - Música de Zeca Baleiro Andar nas nuvens* [in den Wolken gehen] „mit den Gedanken ganz woanders sein“ Agir sem notar o que se passa em volta; desatento; distraído. - “O aluno foi mal na prova porque a única coisa que fazia era andar nas nuvens durante as aulas.“ Bater papo [Kropf schlagen] „plaudern“ Conversa informal, descontraída. “Oi, David! Tudo bem? Vamos pra praça pra bater um papo? - Claro! Vamos lá!“ Bater as botas (PT: Bater a bota) [die Stiefel schlagen] den Löffel abgeben“ / „ins Gras beißen“ Morrer; falecer. - “Ele, de tão doente, está prestes a bater as botas.“ Bater pernas [Beine schlagen] “sich die Füße vertreten“ [A] / „sich die Beine vertreten“ Andar com a intenção de se distrair, andar sem destino certo; sair por aí, pode ser fazendo compras, visitando amigos ou simplesmente passeando. Pisar na bola* [auf den Ball treten] „etwas vermasseln“ / jemanden enttäuschen Decepcionar alguém; cometer um erro ou equívoco. - “Ele pisou na bola. Esqueceu que íamos sair juntos e me deixou esperando no sábado à noite. Não foi a primeira vez que ele fez isso.“ Cara de pau* [Holzgesicht] „ein unverschämter Mensch“ / „ein dreister Kerl“ Pessoa que não demonstra vergonha ao se comportar de maneira ousada ou embaraçosa; sem-vergonha. “Ele é um cara de pau! Veio à minha festa depois de falar coisas horríveis sobre mim.“ Dar uma mãozinha* [ein Händchen geben] „jemandem zur Hand gehen“ / jemandem helfen Ajudar alguém. - “Por favor, fiquem à vontade! Eu só vou na cozinha dar uma mãozinha à Daniela.“ Encher linguiça (PT: Encher chouriços) [Wurst füllen] „herumlabern“ / „schwafeln“; reden, ohne wirklich etwas zu sagen Enrolar; dar informações com pouca importância; falar por várias horas sem basicamente falar nada. - “O aluno tentou encher linguiça durante a prova, mas a professora não considerou e deu zero.“ Encher o saco* [den Sack füllen] „jemandem auf den Sack gehen“ / auf die Eier / auf den Keks / auf den Geist gehen Encher o saco é uma expressão popular comum no Brasil e significa o mesmo de "pertur- bar", "amolar", "incomodar" ou "chatear" outra pessoa. - "Para de encher o saco com esse assunto chato!" Encher o bucho* [die Wampe füllen] „sich den Bauch vollschlagen“ Comer o suficiente; estar satisfeito; estar cheio. - “Ontem fui num rodízio de frutos do mar. Enchi o bucho só de lagosta e camarão. Foi bom demais.“ Leve como uma pluma (PT: Leve como uma pena) [leicht wie eine Feder] „federleicht“ Muito leve. Pesado como chumbo* [schwer wie Blei] Muito pesado. Preto como carvão* [schwarz wie Kohle] „kohlrabenschwarz“ De cor semelhante a do carvão. Escuro como breu* [dunkel wie Pech] “stockfinster“ Muito escuro. Lavar a roupa suja* [die Schmutzwäsche waschen] „Schmutzwäsche waschen“ Falar certas verdades que estavam guardadas há muito tempo. Acordar com o pé esquerdo* [mit dem linken Fuß aufwachen] „mit dem falschen Fuß aufstehen“ Acordar de mau humor; passar o dia estressado. - “Hoje a Raimunda acordou com o pé esquerdo. Tá um stress só!“ A preço de banana [zum Bananenpreis] (PT: Ao preço da chuva) sehr billig / günstig “etwas für einen Pappenstiel bekommen“ Muito barato. Mudar da água para o vinho* [sich von Wasser in Wein verwandeln] sich total ändern Mudar radicalmente; melhorar. “Ele nem parece o mesmo. Mudou da água para o vinho.“ Não é a minha praia.* [Das ist nicht mein Strand.] „Das ist nicht so meins.“ Não ser de interesse de alguém. Nascer ontem* [gestern geboren sein] „jemanden für dumm verkaufen“ / „sich nicht für dumm verkaufen lassen“ Ser facilmente enganado. - “Não venha contar suas mentiras. Você acha que nasci ontem?” Amigo da onça* [Freund des Jaguars] „falscher Freund“ Falso amigo, amigo interesseiro ou traidor. - “Você é um amigo da onça, viu? Desapareceu quando mais precisei de você.” Deixar sem palavras* [ohne Worte lassen] „jemandem verschlägt es die Sprache“ / „Mir hat es die Sprache verschlagen.“ Fiquei tão chocada que não consegui dizer nada. “Me deixou sem palavras.” Segurar vela* [Kerze halten] „das fünfte Rad am Wagen sein“ / „Anstandswauwau sein“ Quando uma pessoa solteira está entre um casal; o ato de atrapalhar com a presença um casal de pombinhos. - “Já extava quase beijando-a quando percebi que minha irmã estava segurando vela.“ Se liga! [Verbinde dich!] „Pass auf!“ Preste atenção! - “Se liga nessa história que eu vou te contar.“ Viu? [Hast du gesehen?] „Gell?“ No Nordeste, a palavra tem o significado de "ok" ou "tudo bem". (Dicionário inFormal) “- Eu já estou indo pra casa, viu? - Viu, tchau.“ Sem pé nem cabeça (PT: Sem pés nem cabeça) „Das hat weder Hand noch Fuß.“ Algo absurdo, fora do comum, incoerente. - “Nunca vi coisa mais sem pé nem cabeça do que esse artigo.“ Ser um/a mala sem alça [ein Koffer ohne Griff sein] „eine Nerven- säge sein“ Pessoa chata, inconveniente. Estar com a corda no pescoço (PT: Estar com a corda ao pescoço) [mit dem Hals in der Schlinge stecken] „jemandem steht das Wasser bis zum Hals“ Estar em uma situação de muita pressão. Andar na linha* [auf der Linie gehen] „sich einfügen“ Agir de forma correta, de acordo com convenções sociais ou obedecer a uma ordem recebida; agir de acordo com as regras ou fazer as coisas da maneira certa para evitar problemas. - “Você terá menos problemas se andar na linha.“ Fazer tempestade em um copo d'água (PT: Fazer tempestade num copo d'água) [einen Sturm in einem Glas Wasser machen] „aus einer Mücke einen Elefanten machen“ Exagerar. - “Ele está fazendo tempestade num copo d'água. Não há motivo para tanta angústia.“ O mundo é um ovo! [die Welt ist ein Ei] „Die Welt ist klein!“ Quem nunca ouviu esta expressão, principalmente quando nos deparamos com alguma coincidência pouco provável? Procurar pêlo em ovo [ein Haar auf dem Ei suchen] „immer ein Haar in der Suppe finden“ / „immer etwas auszusetzen haben“ Procurar problema onde não existe. - “Será possível que você não vai parar de procurar pêlo pem ovo?“ Tomar um chá de cadeira [einen Sesseltee / Stuhltee trinken] sehr lange warten Esperar muito. - “Tomei um chá de cadeira na porta do cinema. Esperei meus amigos durante uma hora.“ Estar com a faca e o queijo na mão (PT: Ter a faca e o queijo na mão) [das Messer und den Käse in der Hand halten] Ter poder ou condições para resolver determinada situação, faltando ao indivíduo apenas a tomada de atitude. - “Não ganhou dinheiro porque não quis, pois estava com a faca e o queijo na mão”. Colocar lenha na fogueira (PT: Meter lenha na fogueira) [Brennholz ins Feuer legen] „Öl ins Feuer gießen“ Aumentar o problema. - “A Mariana foi comentar na foto só para colocar mais lenha na fogueira.“ Pagar mico [Affen bezahlen] „sich blamieren“ Cometer um erro, uma gafe. - “Ele pagou um grande mico quando onda do mar levou a sunga dele. Todo mundo viu.“ Cometer uma gafe* [einen Patzer begehen] „ins Fettnäpfchen treten“ Ato ou dito irrefletido, de efeito desastrado. - “Cometeu uma gafe ao perguntar a idade da anfitriã.” Enfiar o pé na jaca [den Fuß in die Jackfrucht stecken] „über die Stränge schlagen“ Cometer excessos; exagerar na dose de qualquer coisa; exceder os limites, quer a nível alimentar, quer a nível comportamental. “O rapaz enfiou o pé na jaca ontem à noite. Ele bebeu demais, comeu demais …“ Estar com dor de cotovelo (PT: Ter dor de cotovelo) [Ellenbogenschmerzen haben] eifersüchtig sein / Liebeskummer haben “Depois que ela foi embora, ele ficou na maior dor de cotovelo.” Falar pelos cotovelos* [durch die Ellenbogen sprechen] viel reden / quasseln Falar muito. Falar abobrinha [Zucchini reden] „Blödsinn reden“ Dizer coisas sem sentido, sem nexo ou sem noção; besteira. “Como o Arthur é insuportável cada vez mais, só fala abobrinha!“ Filho de peixe, peixinho é (PT: Filho de peixe sabe nadar) [der Sohn des Fisches ist ein Fischchen] „Wie der Vater, so der Sohn“ Alguém é muito semelhante ao pai ou à mãe, em aparência ou personalidade. Dar um sorriso amarelo* [ein gelbes Lächeln geben] „ein gezwungenes/ gequältes Lächeln aufsetzen“ / „gezwungen lächeln“ Dar um sorriso forçado, sem graça, sem vontade. Ser canja de galinha* [Hühnersuppe sein] sehr einfach sein Ser muito fácil. - “A prova de inglês foi canja de galinha. Com certeza, acertei tudo.” Quem com ferro fere, com ferro será ferido* [Wer mit Eisen verletzt, wird mit Eisen verletzt werden] „Wer anderen eine Grube gräbt, fällt selbst hinein“ O ditado fala sobre a lei do retorno. Ou seja, se você fizer algo ruim para alguém, provavelmente aquilo voltará para você. Onde Judas perdeu as botas (PT/BR: No cu de Judas) [Wo Judas seine Stiefel / Schuhe verloren hat / In Judas‘ Arsch] „Am Arsch der Welt Lugar muito distante, difícil de alcançar ou mesmo inacessível. - “Nossa, seu irmão mora onde Judas perdeu as botas!“ Há males que vêm para o bem.* [Es gibt Übel, die für das Gute kommen.] „Jedes Unglück hat auch sein Gutes.“ Etwas stellt sich im Nachhinein als etwas Gutes heraus. Provérbio que se refere a eventos que apesar de ruins podem trazer bons resultados ou levar a consequências favoráveis. - “Há males que vem para o bem. Eu fui demitido, mas não demorou muito e encontrei o emprego dos sonhos.“ Fazer uma vaquinha* [eine kleine Kuh machen] „Geld für einen guten Zweck oder ein Geschenk sammeln / zusammenlegen“ Juntar dinheiro com a ajuda de várias pessoas com a intenção de atingir um determinado objetivo ou comprar alguma coisa. Fazer programa [Programm machen] sich prostituieren / „auf den Strich gehen“ Expressão usada para se referir a prostituição; sair com alguém por dinheiro. “Ela começou a fazer programa muito jovem.” Garota de programa [Programmmädchen] Prostituierte Prostituta Sentir vergonha alheia* [Fremdscham fühlen] „sich fremdschämen“ / sich stellvertretend für andere, für deren als peinlich empfundenes Auftreten schämen Sentimento de vergonha, de constrangimento que alguém sente em relação ao comportamento de outra pessoa. - “Ontem minha amiga levou um tombo na rua e eu abaixei a cabeça de tanta vergonha alheia.“ Ser a gota d’água* [der Wassertropfen sein] „das Fass zum Überlaufen bringen“ Significa que uma situação se tornou intolerável; é o fator decisivo para que algo aconteça. “Aguentou muitas, mas aquela ofensa foi a gota d'água.“ Jogar a merda no ventilador [die Scheiße in den Ventilator werfen] die Kacke zum Dampfen bringen“ Dizer logo a verdade sem temer as consequências negativas que virão; contribuir para tornar uma situação instável em caos. - “Quaquá joga a ‘merda’ no ventilador e chama o Deputado Poubel de preguiçoso”. (Jornal O Marciá 16/05/2019) Quebrar o galho [den Ast brechen] improvisieren / jemandem helfen / jemandem einen Gefallen tun A expressão quer dizer resolver ou ajudar a resolver um problema. Também pode significar fazer um favor para alguém ou improvisar. Um quebra-galho pode ser uma pessoa, uma coisa ou uma maneira para resolver situações complicadas. Também se pode chamar de quebra-galho uma pessoa que tem habilidade para resolver diferentes problemas, quase sempre de maneira criativa e rápida. (dicionariopopular. com) - “Fica na fila e quebra o galho pra mim, senão eu vou passar a tarde toda aqui.“ “Enquanto a televisão estava no conserto, arrumamos uma de 10 polegadas que dava pra quebrar o galho.“ Ser uma mão na roda [eine Hand am Rad sein] “eine große Hilfe sein” Ajuda importante, de muita utilidade; ajuda para resolver um problema. “O aplicativo é uma mão na roda para quem precisa estudar em casa.” Entrar na faca (PT: Ir à faca) [ins Messer gehen] „unter das Messer kommen“ / operiert werden Sofrer uma intervenção cirúrgica, ser operado. - "No mês que vem vou entrar na faca para resolver de vez esse meu problema de apendicite." Tirar agua do joelho [Wasser aus dem Knie ziehen] urinieren / kurz aufs WC gehen / pinkeln gehen É uma expressão para amenizar o ato de urinar. - “Pode me esperar um minutinho? Vou ali tirar água do joelho e já vamos.” Feito nas coxas (PT: Feito em cima dos joelhos) [auf den Schenkeln gemacht] bei einer bestimmten Arbeit zu schnell und dadurch unsorgfältig sein De maneira descuidada, sem capricho, sem primor; apressadamente. - “Estava com pressa e acabou fazendo o trabalho nas coxas.“ Custar os olhos da cara* [die Augen aus dem Gesicht kosten] sehr teuer sein / „ein Vermögen kosten“ Ser muito caro, ter um preço muito alto, preço acima da média esperada. - "Olha, filho! Cuide bem disso porque me custou os olhos da cara." Chutar o balde [den Kübel / Eimer wegkicken] „den Hut draufhauen“ [A] / „alles hin- schmeißen“ / „die Flinte ins Korn werfen“ Desistir de uma situação, como reação a um sentimento de raiva, decepção oucansaço. “Isso está muito difícil! Vou chutar o balde.” Uma gata / um gato* [eine Katze / ein Kater] „a fesche Katz“ / „a fescher Bursch“ [A, ugs.]; „ein fescher Kerl“ / „ein hübsches Mädchen“ Uma mulher bonita / um homem bonito. - “Ele é um gato!“ À noite todos os gatos são pardos* [Nachts sind alle Kater grau] “Nachts sind alle Katzen grau.” Unterschiedliche Dinge oder Menschen erscheinen unter bestimmten Bedingungen gleich. Na escuridão é normal não distinguir bem as coisas; todas as coisas são semelhantes ou iguais no escuro. - - “Você sabe como são as coisas. À noite todos os gatos são pardos. Ele acabou beijando a melhor amiga da ex-namorada.” (Dicionário inFormal) Fazer gato [Kater machen] eine Leitung, das Telefon, einen Draht durch technische Mani- pulation anzapfen Fazer um esquema na fiação elétrica para puxar eletricidade de graça ou puxar um fio para ter internet ou tv a cabo de graça; roubar internet, energia, televisão a cabo, por meio de conexão de fios. - “O Brasil vai melhorar quando você parar de fazer gato na energia, na internet, na TV a cabo.” (Canal Minas Daniela Jorna / YouTube) Fazer gato-sapato (de alguém)* [Kater und Schuh machen] „jemandem auf dem Kopf herumtanzen“ Significa maltratar, destratar, humilhar ou ainda submeter aos próprios interesses, trans- formar em joguete. - “A mulher faz dele gato-sapato.“ Comprar gato por lebre* [Kater statt Hasen kaufen] die Katze im Sack kaufen“ Ser enganado por alguém ou algo que você pensa que é uma coisa e na realidade é outra. “Eu tinha um plano excelente no celular, daí ligaram oferecendo um "melhor" e eu troquei, a verdade é que eu troquei gato por lebre. O plano novo é péssimo.“ (Dicionário inFormal) Quem não tem cão, caça com gato* [Wer keinen Hund hat, jagt mit dem Kater] „Viele Wege führen nach Rom. “Es gibt mehrere Lösungsmöglichkeiten für ein Problem. Improvisa-se usando daquilo que se dispõe para resolver um problema. Gato escaldado tem medo de água fria (PT: Gato escaldado da água fria tem medo) [Verbrühter Kater hat Angst vor kaltem Wasser] „Ein gebranntes Kind scheut das Feuer“ Quando um indivíduo faz alguma coisa e sofre com isso, jamais fará algo onde correrá o risco de voltar a se sentir da mesma maneira. - “Essa viagem por este preço? Acho que é só de ida, não vou não! Gato escaldado tem medo de água fria.” Pensar fora da caixa* [außerhalb der Schachtel denken] „querdenken“ Pensar diferente da maioria das pessoas; pensar em soluções novas para os problemas / desafios; ir na contramão da forma como a maioria pensa e age. Tirar o cavalinho da chuva* [das Pferdchen aus dem Regen ziehen] etwas abblasen / einen Plan / ein Vorhaben aufgeben Desistir de uma ideia por motivo de força maior. - “Pode tirar seu cavalinho da chuva, que não vamos viajar no fim de semana.” Quem não arrisca não petisca* [Wer nicht riskiert, kostet nicht] „Wer nicht wagt, der nicht gewinnt“ Quem não é ousado, não age o não corre riscos perde a oportunidade de alcançar o que deseja. Andar em fila indiana* [in Indianerreihe gehen] “im Gänsemarsch gehen“ / hintereinander gehen As pessoas andam organizadas uma seguidamente depois da outra. A expressão se originou da maneira como os índios se organizavam para andar pela mata, uns atrás dos outros. Acredita-se que se tratava de uma estratégia para que não fossem encontrados, já que as marcas das pegadas ficavam sobrepostas umas às outras. Também se acredita que era uma forma de não perderem o caminho de volta. “Crianças, façam uma fila indiana!“ (Dicionário Popular) Matar dois coelhos de uma só cajadada* [zwei Kaninchen mit einem einzigen Stockhieb töten] „zwei Fliegen mit einer Klappe schlagen“ Arrumar com proveito dois assuntos ao mesmo tempo; conseguir dois proveitos simultâneos, com uma só atuação. - “Matei dois coelhos de uma só cajadada.” Quem ama o feio, bonito lhe parece* [Wer den Hässlichen liebt, dem erscheint er schön.] “Die Schönheit liegt im Auge des Betrachters.” Quando gostamos de alguém, independentemente do seu aspeto exterior, as caraterísticas da sua personalidade tornam a pessoa mais bela aos nossos olhos. Pôr os pingos nos is (PT: Pôr os pontos nos iis) [die Tropfen auf die i setzen] den Sachverhalt (er)klären Revelar os fatos; resolver a situação. - “Agora que estamos todos em casa finalmente poderemos colocar os pingos nos is.“ Jogar fora o bebê junto com a água do banho (PT: Deitar fora o bebé com a água do banho) [Das Baby mit dem Badewasser wegschütten] „Das Kind mit dem Bade ausschütten“ / Mit einer bestimmten Handlungsweise auch erhaltens- werte Zustände beseitigen, oder auch bei einer Diskussion in einer Art und Weise argumentieren, dass wichtige Zustände ignoriert werden und bei Folgehandlungen verlorenzugehen drohen. Botar tudo a perder. - "Estava quase tudo resolvido na reunião quando o secretário jogou fora o bebê junto com a água do banho." Fazer de olhos fechados* [etwas mit geschlossenen Augen machen] „etwas mit links machen“ Fazer algo com muita facilidade. - “Essa sobremesa eu consigo fazer de olhos fechados.“ Tirar uma soneca (PT: Dormir uma soneca) [ein Schläfchen machen] „ein Nickerchen machen“ “Vou tirar uma soneca antes de ir para a aula hoje.“ Mãos à obra!* [Hände an die Arbeit] „An die Arbeit!“ Começar a fazer algo. “Vamos lá! Mãos à obra!” Por um fio* [um einen Faden] „um ein Haar“ Por muito pouco. - “A caixa não caiu por um fio.” Por um triz* „um ein Haar“ Por pouco, quase, por um fio, por um quase-nada. - “O clube escapou do rebaixamento por um triz. (Dicio) Novinho em folha* [blattneu] „brandneu“ / „nagelneu“ Algo que é novo, que acabou de sair da loja ou que tem aparência e condições de novo. “Meu computador depois que voltou do conserto ficou novinho em folha.“ Espalhar / falar aos quatro ventos* [in alle vier Winde verbreiten] „etwas an die große Glocke hängen“ / überall herumerzählen Dar a conhecer a todos, em todos os lugares. - “Ele saiu falando aos quatro ventos que ganhou na loteria.” Não é da sua conta! (PT/BR: Isso não te diz respeito!) [Das ist nicht von deinem Kon- to] “Das geht dich nichts an!“ / „Das ist nicht dein Kaffee!“ [A] / „Das ist nicht dein Bier!“ Tem muita gente que gosta de meter o nariz onde não é chamado ou então que quer saber da sua vida e você nem deu permissão. Em português tem uma frase bem comum quando queremos cortar o mal pela raiz e deixar claro para a pessoa que não queremos que ela se intrometa e esta frase é “não é da sua conta”. (http://iaracoelho.com.br) De grão em grão a galinha enche o papo* [Korn für Korn füllt das Huhn den Kropf] Kleinvieh macht auch Mist“ / beharrliches Vorgehen führt zum Ziel Pouco a pouco, com paciência, podemos conseguir bens e riquezas em grande quantidade, ou seja, até ficarmos de “papo cheio”; trabalhando aos poucos se chega ao fim (de uma tarefa). Água mole em pedra dura tanto bate até que fura* [Weiches Wasser auf harten Stein, schlägt so lange bis er ein Loch hat] „Steter Tropfen höhlt den Stein Com persistência tudo se consegue, se consegue o que se pretende, aquilo que se objetiva. Devagar se vai ao longe* [Langsam geht man weit] „Wer langsam unterwegs ist, kommt auch ans Ziel“ / „Gut Ding braucht Weile“ Pessoas que fazem atividades com calma, cada uma a seu tempo, conseguem ter mais sucesso do que as que realizam seus afazeres apressados. Diga-me com quem andas e te direi quem és (PT: Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és) [Sag mir, mit wem du gehst und ich sage Dir, wer Du bist] „Sag mir, mit wem du gehst und ich sage Dir, wer Du bist.“ Relacionado com a ideia das influências que sofremos das nossas companhias, esse ditado popular alerta para as qualidades e defeitos que podemos copiar das pessoas com quem mantemos contato. Cachorro que late não morde (PT: Cão que ladra não morde) [Hund, der bellt, beißt nicht] „Hunde, die bellen, beißen nicht“ / Wer aggressiv verkündet, was er dir alles antun wird, wird es wahrscheinlich nicht umsetzen. Essa expressão popular é utilizada para enfatizar que muitas pessoas © i.ytimg.com que falam de forma ameaçadora podem não ser assim tão perigosas. Meter o dedo na ferida* [Den Finger in die Wunde stecken] „einen / den wunden Punkt treffen“ Tocar em assunto delicado, revelar o ponto fraco ou vulnerável. "Falar da conduta do filho dela, é meter o dedo na ferida." Macaco velho [alter Affe] „alter Hase“ / Eine Person, die eine Tätigkeit schon sehr lange macht und deshalb darin sehr erfahren ist. Característica de quem é muito experiente em determinado assunto; astuto, calejado, perito. - O melhor mecânico que tem aqui em Recife é o Seu Zé. Aquele ali é macaco velho.“ (Qualeagiria.com.br) Macaco velho não mete a mão em cumbuca [Ein alter Affe steckt die Hand nicht in Kalebasse (Falle).] „sich nicht hinters Licht führen lassen“ A pessoa experiente num assunto ou situação não se deixa enganar. "Eu não aceitei ser sócio do seu tio. Macaco velho não mete a mão em cumbuca." (Dicionário de expressões) / (Cum- buca = Cabaça destinada a aprisionar macacos e que contém um furo pelo qual o animal mete a mão para pegar uma isca, ficando preso por não conseguir libertar o braço. Dicionário Caldas Aulete) De braços cruzados* [mit verschränken Armen] „keinen Finger rühren“ Sem atividade, sem fazer nada, desinteressado. - "Ela ficou o dia inteiro de braços cruzados enquanto preparávamos a festa." (Dicionário de expressões) Bola pra frente! [Ball nach vorne!] „Kopf hoch!“ Seguir em frente, ser positivo, superar coisas ruins e não olhar para trás. “Você terminou com a Luana, eu sei! Mas cara, bola pra frente! Você vai arranjar outra pessoa mais interessante.” Dar bola [Ball geben] sich für etwas / jemanden interessieren, Aufmerksamkeit schenken Dar confiança a alguém; aceitar galanteio de alguém: “Após alguns galanteios, resolveu dar-lhe bola.” Dar atenção a alguém: “Tentou chamar sua atenção, mas ele não lhe deu bola.” (Dicionário Caldas Aulete) Ser (um) show* [eine Show sein] „Super!“ Interjeição que expressa forte aprovação; ser ótimo. Show de bola [Ballshow] toll, super, wunderbar Significa o mesmo que maneiro, legal, incrível. O termo também pode ser usado para falar que algo é bonito ou fabuloso. - “A sua apresentação ficou show de bola.” Mais vale um pássaro na mão do que dois voando (PT: Mais vale um pássaro na mão do que dois a voar) [Besser einen Vogel in der Hand als zwei, die fliegen] „Lieber den Spatz in der Hand als die Taube auf dem Dach“ É melhor ter algo garantido agora, mesmo que não seja o melhor, do que arriscar em algo que seja muito difícil. Ter algo é bem melhor do que não ter nada certo. - “Preferi ficar no meu emprego a arriscar naquele projeto novo. Mais vale um pássaro na mão do que dois voando.” Casa de ferreiro, espeto de pau* [Haus des Schmieds, Holzspieß] „der Schuster hat die schlechtesten Schuhe“ Esse ditado popular é usado quando se quer dizer que uma pessoa hábil em determina- da coisa, não usa essa habilidade a seu favor. P. ex.: Um pedreiro vive a reformar a casa dos outros, no entanto a sua própria casa ele não arruma. Um ferreiro que trabalha tanto para fazer espetos de ferro para os outros que não lhe sobra tempo de fazer espetos de ferro para si mesmo; usando assim os espetos de pau. (Wikipédia) Ter o olho maior que a barriga (PT/BR Ter mais olhos que barriga) [das Auge größer haben als der Bauch ist / mehr Augen als Bauch haben] „Die Augen sind größer als der Mund“ Querer mais do que consegue comer. Jogar conversa fora [Gespräch wegschmeißen] „plaudern“ / sich gemütlich und zwang- los unterhalten Falar sobre qualquer coisa não muito significativa num determinado tempo; conversar sobre qualquer coisa. - “Bater papo ou jogar conversa fora com alguém por apenas 15 minutinhos por dia, faz a gente ficar com a memória e o desempenho mental em forma.” (vaconferir.com.br) Com o cu na mão [mit dem Hintern in der Hand] große Angst haben / „sich vor Angst in die Hose machen“ Ficar / estar com o cu na mão significa estar com muito medo ou com receio. “Ele ficou com o cu na mão quando descobriram que ele mal sabia escrever.“ Nascer com o cu pra Lua (PT/BR: Nascer com o cu virado para a Lua) [mit dem Hintern zum Mond geboren werden] „ein Glückspilz sein“ / „auf die Butterseite fallen“ Ser sortudo, ter muita sorte. Morrer na praia* [am Strand sterben] „kurz vor dem Ziel scheitern / aufgeben“ Desistir na reta final; desistir quase conseguindo o objetivo; não conseguir atingir o objetivo, na última etapa, quando se está quase chegando lá. - “Falta pouco pra chegar lá! Não vamos morrer na praia!” “Eu não vou morrer na praia! Falta apenas uma etapa para eu conseguir o emprego.” Levar na esportiva (PT: Levar na desportiva) [sportlich nehmen] „sportlich nehmen“ / „nicht persönlich nehmen“ Conservar o bom humor; saber perder. - “Ah cara, você não pode ligar pra essas coisas que ele fala não! O cara é assim mesmo. Leva na esportiva!” (Dicionário inFormal) Ter muita lata* [viel Weißblech haben] „Nerven haben“ unbekümmert, unempfindlich gegen- über der Kritik, dem Tadel anderer sein; gegen Stress, Angst o. Ä., widerstandsfähig sein „Eine Passantin hatte Nerven genug, ihr Handy zu zücken und diese Auf- nahme zu machen.“ (Der Spiegel 18.04.2008) Ousadia, atrevimento. - “É preciso ter muita lata para fazer uma coisa dessas.” Não deixar pedra sobre pedra* [keinen Stein auf dem anderen lassen] „keinen Stein auf dem anderen lassen“ / alles zerstören Arrasar totalmente (tb. fig.). - “Criticou a diretoria, e não deixou pedra sobre pedra.“ (Dicionário Caldas Aulete) Ficar com água na boca* [Wasser in den Mund bekommen] „jemandem läuft das Wasser im Mund zusammen“ / "Das sieht ja köstlich aus – da läuft mir das Wasser im Mund zusammen!" Vontade de comer algo específico que abre o apetite cujo nome deriva do excesso de saliva que se acumula na boca, resultante dessa vontade; apetite, apetência: uma receita de dar água na boca. - “Fiquei com água na boca quando vi aquela torta!“ Um grão não enche celeiro, mas ajuda o seu companheiro* [Ein Korn füllt keinen Getreidespeicher, aber es hilft deinem Gefährten] „Kleinvieh macht auch Mist“ / auch kleine Gewinne bringen Nutzen A vida é sempre uma soma de coisinhas minúsculas como grãos. Abrir mão de* [die Hand öffnen] aufgeben / verzichten / nachgeben Ceder, abandonar, deixar, desinteressar-se, desistir, dispensar, largar, renunciar. - “É possível abrir mão da guarda do filho?” (Jusbrasil.com.br) Segurar / aguentar a barra [die Stange halten / aushalten] etwas aushalten Passar por uma situação difícil sem se descontrolar, sem adoecer; aguentar. Suportar uma situação com força e persistência. - “Ela foi enganada por todos, mas vai segurar a barra.” Passar a perna em alguém (PT: Passar a perna a alguém) [das Bein auf jemanden legen] „jemanden übers Ohr hauen“ / „jemanden aufs Kreuz legen“ / jemanden betrügen Enganar. - “Ele passou a perna em todo mundo. Não faça negócio com ele!“ Acabar em pizza [in Pizza enden] zu nichts führen (z.B. Verschlep- pung von Verfahren bis zum Sankt Nimmerleinstag bei politischen Skandalen und der Aufklärung von Straftaten in der Wirtschaft) É uma expressão usada para se referir a uma situação que não foi solucionada e ficou da mesma maneira que começou. Pode-se referir a situações de impunidade, quando alguém não é responsabilizado por um ato grave que tenha cometido. (Dic. Popular) Vá catar coquinho! [Geh Kokosnüsschen suchen!] „Lass mich in Ruhe!“ / „Verschwinde!“ Significa "vá procurar outra coisa para fazer" ou "me deixe em paz!". É uma expressão usada para afastar alguém que representa um incômodo. Para inglês ver* [damit Engländer es sieht] „so tun als ob“ / „nur zum Schein“ A expressão “para inglês ver” é usada para designar algo para efeito de aparência, sem real validade. Ela surgiu na primeira metade do século XIX, quando a Inglaterra, por interesses econômicos, tentou abolir a escravidão no mundo. Em sua lista, estava o Brasil, que tinha nos escravos a base de sua economia. Para enganar a potência, o Império colocava navios no litoral com a suposta missão de ir atrás das naus negreiras. Entretanto, na prática, nada acontecia a elas. Era uma encenação “para inglês ver”. - "A câmara de segurança é para inglês ver.“ Botar a mão no fogo por alguém (PT: Pôr as mãos no fogo por alguém) [die Hand für jemanden ins Feuer werfen] „die Hand für jemanden ins Feuer legen“ Significa ter confiança grande em uma pessoa. - “E você, por quem botaria sua mão no fogo?” O bicho vai pegar [das Tier wird erwischen] „jetzt wird es brenzlig“ / „sich auf etwas gefasst machen“ / „dann spielts Granada“ / „Wenn du das Auto nimmst, ohne mich zu fragen, dann spielts Granada!“ „~, dann kannst du dich auf etwas gefasst machen!“ Quando algo muito importante, geralmente ruim e ameaçador vai acontecer em breve. - "Se saírem com meu carro o bicho vai pegar." A cobra vai fumar [die Schlage wird rauchen] hat die gleiche Bedeutung wie O bicho vai pegar. A expressão "A cobra vai fumar" surgiu no final de 1944, durante a Segunda Guerra Mundial, quando se falava que o Brasil entraria na guerra, e os repórteres diziam "É mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra". Quando o primeiro con- tingente da Força Expedicionária Brasileira (FEB), embarcou para a Itália, o povo começou a usar a expressão "a cobra vai fumar", no sentido de que o Brasil enfretaria sérios problemas. (significados.com.br) Rodar a baiana [die Bahianerin drehen] “auszucken” [A] / “ausrasten” / „einen Skandal machen“ / „einen großen Wirbel machen“ Rodar a baiana é uma gíria brasileira e significa tirar satisfação com alguém, tirar a limpo uma situação ou armar um barraco. É uma expres- são usada para aquela pessoa que, de repente, solta tudo o que está sentindo, que acumulou, fala o que pensa de uma maneira impulsiva, explosiva. - “Respire fundo e conte até dez antes de rodar a baiana em público.” “Vou lá rodar a baiana se não responderem dentro do prazo.“ Essa expressão popular teria origem nos blocos de carnaval do Rio de Janeiro, no início do século XX, alguns foliões apertavam as nádegas das moças fantasiadas que desfilavam. Para evitar isso, alguns capoeristas desfilavam no meio dessas moças, fantasiados como elas. Quando alguém tinha algum ato desrespeitoso com as moças, os capoeristas ataca- vam. Quem estava de fora e não estava informado da situação via apenas "rodar a baiana" e, em seguida, iniciar-se uma grande confusão. (https://ciberduvidas.iscte-iul.pt) Ficar em cima do muro [auf der Mauer bleiben] nicht Stellung beziehen, unschlüssig sein Não tomar posição em questões importantes, normalmente para não assumir responsabilidades ou não se expor à crítica: para fugir de polêmicas, os principais interessados acharam melhor ficar em cima do muro. A expressão se usa também para dizer que uma pessoa está indecisa sobre o que fazer ou quem apoiar em determinada situação. Ela não sabe se fica de um lado ou de outro. Não sabe se faz algo ou não faz. Enfim, a indecisão é muito grande nessas horas. Bem feito* [gut gemacht] „Selbst schuld!“ / „Selber schuld!“ / „Recht geschieht dir!“ Expressão que designa o prazer que alguém obtém ao ver outra pessoa se prejudicando, ou seja, prejudicada. - “Ele foi mandado embora. Bem feito!“ (Dicionário inFormal) Dar crepe / dar zebra [Trauerband geben / Zebra geben] „schiefgehen“ / „in die Hose gehen“ Dar mau resultado. - “O negócio que o João fez deu crepe.” Ir plantar batatas* [Erdäpfel pflanzen gehen] „Verschwinde!“ Expressão para dizer a alguém que vá embora ou que pare de incomodar. “Você é muito chato, cara. Vá plantar batatas!“ Viajar na maionese [auf der Mayonnaise reisen] fantasieren / abdriften / mit den Gedanken ganz woanders sein A expressão viajar na maionese é utilizada quando uma pessoa fala algo sem lógica, sem sentido, ou absurda. É utilizada também quando uma pessoa está distraída, quando não está prestando atenção em algo que está acontecendo, quando alguém se confunde com algo. - "Você viajou na maionese quando sugeriu essa pessoa para esse cargo." De papo pro ar (PT: De barriga para o ar) [mit dem Kropf zur Luft] faulenzen / „auf der faulen Haut liegen“ / nichts tun Se diz de quem está desocupado, relaxando, sem compromisso. “O Marcos está de papo pro ar esse mês todo.” Conquistar pelo estômago [durch den Magen erobern] „Liebe geht durch den Magen“ "O peruano Gastón Acurio quer conquistar o mundo pelo estômago“ (Veja, 13/08/2013) Pagar o pato (PT: pagar as favas / ~ as custas / ~ as culpas) [die Ente bezahlen] „der/die Leidtragende sein“ / „es ausbaden müssen“ Levar a culpa por algo ou arcar com as consequências de determinada situação provocada por outra pessoa. - "O rapaz estava olhando a briga, mas acabou pagando o pato, sendo o único a ser preso pela polícia." "Meus irmãos bagunçaram a casa e eu que paguei o pato.” (Significados.com.br) Pé-frio [kalter Fuß] „Pechvogel“ / „Unglücksrabe“ Indivíduo de má sorte, azarado, capaz de atrair infelicidade para os outros. Uma maça por dia traz saúde e alegria (PT: Uma maça por dia mantém o médico bem longe) [Ein Apfel am Tag bringt Gesundheit und Freude] „Ein Apfel am Tag hält den Doktor fern.“ Sair à francesa (PT: Despedir-se à francesa) [auf französische Art (weg)gehen] gehen, ohne sich zu verabschieden / „sich auf Französisch verabschieden“ Sair sem se despedir, nem mesmo dos anfitriões; sair sem aviso prévio, sem ser notado. - "Eles saíram à francesa da festa ontem.“ Dar sopa [Suppe geben] eine Initiative zum Flirten ermutigen oder erwidern Facilitar, encorajar ou corresponder a iniciativa de flerte, de contato amoroso. Achtung, in Portugal hat die Redewendung die gegenteilige Bedeutung: Não aceitar uma corte, negar namoro. (Dicionário Priberam) Entrar pelo cano* [durch das Rohr eintreten] „auf die Schnauze fallen“ Não obter sucesso em algo que se propõe fazer; levar prejuízo, quebrar a cara; fracassar. "Entrei pelo cano quando aceitei trabalhar para a empresa do meu sogro. Agora eu não consigo mais sair nem evoluir profissionalmente.“ Soltar a franga* [das Huhn loslassen] alle Hemmungen fallenlassen / „die Sau rauslassen“ / „auf den Putz hauen“ Perder a timidez; tornar-se desinibido. - "Esta noite vamos soltar a franga!“ Ser maior e vacinado* [volljährig und geimpft sein] erwachsen sein und selbst entscheiden können / „alt genug sein“ Ser independente, não ter de dar explicações ou satisfações por seus atos. "Não se preocupe. Ela já é maior e vacinada!“ Puxar o saco / puxa-saxo [den Sack ziehen / Sackzieher] „sich einschleimen“ / „katz- buckeln“ / „schmeicheln“ / „Schleimer“ Adular outras pessoas com intuito de conseguir algum benefício. - “Ele vive puxando o saco dos chefes para conseguir favores.“ “Ele é um puxa-saco.“ Fazer pé-de-meia* [Sockenfuß machen] Geld (an)sparen / „Geld in den Sparstrumpf stecken“ Guardar ou economizar dinheiro para situações futuras. - “Veja opções para fazer pé-de-meia e não depender da aposentadoria do governo” (noticias.r7.com 25/03/2017) Sem eira, nem beira* [(hat) weder Tenne noch Tennenrand] „arm wie eine Kirchenmaus“ A expressão “sem eira, nem beira” tem um significado atual que se refere à pessoas sem posses, sem bens materiais. Mas, no sentido literal, “eira” é um terreno de cimento ou terra batida, onde são postos grãos para secar ao ar livre. A beirada da “eira” é chamada de “beira”. Em casos em que a eira não possui beirada, os grãos acabam sendo levados pelo vento, deixando o proprietário de mãos vazias. (gramatica.net.br/) Atrás da moita [hinter dem Gebüsch] heimlich Fazer algo escondido, sem querer que alguém saiba. - “Soraia, atrás da moita, fez um bolo de aniversário para Carlos.“ Separar o joio do trigo* [den Taumel-Lolch (= Unkraut) vom Weizen trennen] „die Spreu vom Weizen trennen“ Separar o que é mau do que é bom. Trocar as bolas [die Bälle (ver)tauschen] sich vertun, etwas verwechseln Confundir uma coisa com outra; estar confuso e não entender; se atrapalhar com coisas simples. - "Ela trocou as bolas na hora de explicar o caminho para o taxista". Matar aula [Unterricht töten] „die Schule schwänzen“ Ir para escola e desviar o caminho para enganar seus pais. “Minha mãe acha que fui pra escola ontem, mas eu fui matar aula.“ Ter um parafuso a menos* [eine Schraube zu wenig haben] „eine Schaube locker haben“ / „einen Vogel haben“ / „nicht alle Tassen im Schrank haben“ Ser amalucado; não ter juízo; desequilibrado mentalmente. “Ele é simpático, mas tem um parafuso a menos.” Andar na linha [auf der Linie / dem Strich gehen] sich immer korrekt verhalten Significa agir de forma correta, de acordo com convenções sociais ou obedecer a uma ordem recebida. É agir de acordo com as regras ou fazer as coisas da maneira certa para evitar problemas. “Ele obedece a todas as regras, só anda na linha.“ Cuidado: Em alemão “auf den Stich gehen“ significa “prostituir-se”. Fazer a pista [die Piste machen] weggehen / „abzischen“ Ir embora (de algum lugar). Dar na pista [auf die Piste geben] fliehen, entfliehen Escapar Fazer hora (PT: Fazer horas) [Stunde machen] “sich die Zeit vertreiben” Fazer alguma coisa para o tempo passar; gastar o tempo; enrolar para o tempo passar. Perder a hora [die Stunde verlieren] “verschlafen” Dormir demais; dormir mais do que deveria. Dar pano pra manga (PT: Dar pano para mangas) [Stoff für Ärmel geben] (noch) viel Stoff für Diskussionen geben Estender uma situação, discussão excessivamente. Usa-se muito essa expressão para dizer que um assunto ainda vai render muita discussão, blá blá blá ou mimimi … (obvious.org) - “Ele fez tudo errado. Isso vai dar muito pano pra manga!“ Mimimi* [mimimi] „Mimimi“ Lautmalerischer Ausdruck, der das Jammern einer Person imitiert; wird im Deutschen und im Portugiesischen als „Stell dich nicht so an!“ verstanden („Warum Mimimi unbedingt in den nächsten Duden muss“) Mimimi é uma expressão usada na comunicação informal usada para descrever ou imitar uma pessoa que reclama. - "Fique calmo e pare com o mimimi!" Vaza, cuzão!* [Verschwinde, du großer Arsch!] „Schleich di, du Oaschloch!“ [A, vulg.] / „Hau ab, du Arschloch!“ Descubra as expressões idiomáticas: © Abner Dangelo E o que significa "no frigir dos ovos“? Die Seite befindet sich Arbeit! Die mit * gekennzeichneten Sprichwörter und Redewendungen werden auch in Portugal verwendet. (PT = europäisches Portugiesisch / BR = brasilianisches Portugiesisch) Bibliografia: GERBASE, Débora (2019): “Sem pé, nem cabeça : Expressões idiomáticas em português com equivalência em inglês”, Ed. Chiado, Lisboa / São Paulo PRATA, Mario (1996, 14ª edição): “Mas será o Benedito? : Dicionário de provérbios, expressões e ditos populares“, Ed. Globo, São Paulo Dicionário aberto de calão e expressões idiomáticas https://quizlet.com/br/373195435/em-outras-palavras-flash-cards/ https://www.dicionarioinformal.com.br/ https://www.dicionariopopular.com/ https://qualeagiria.com.br/ https://www.dicio.com.br/ https://www.significados.com.br/ http://www.aulete.com.br/ https://www.mensagenscomamor.com/mensagem/442951 https://comunidade.rockcontent.com/ditados-populares/ https://www.bk-luebeck.eu/sprichwoerter-portugiesische.html https://www.dicionariodeexpressoes.com.br/ https://www.pravaler.com.br/proverbios-150-ditados-populares-mais-conhecidos-no- brasil/ http://www.sprichwort-plattform.org/sp/Sprichwort-Plattform https://pt.wiktionary.org/wiki/ https://pt.wikiquote.org/wiki/Prov%C3%A9rbios_alem%C3%A3es https://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/30-ditados-populares-seus-significados.htm https://incrivel.club/inspiracao-gente/20-expressoes-brasileiras-ilustradas-para-voce- sair-por-ai-falando-pelos-cotovelos-1197760/ https://www.educacao.sp.gov.br/pra-ingles-ver-confira-a-origem-das-principais- expressoes-populares-brasileiras/ https://super.abril.com.br/especiais/nao-marque-touca-a-origem-de-35-expressoes- populares/ https://zb.op351.net/proverbios/ https://www.portuguesewithleo.com/ep-7-7-prov%C3%A9rbios-portugueses http://proverbios-populares.blogspot.com/ https://www.pravaler.com.br/proverbios-150-ditados-populares-mais-conhecidos-no- brasil/ https://www.duden.de/
© aeon.co
© blog.influx.com.br
© paduacampos.com.br/
© Facebook/Amigo da Onça
© Facebook/Quinho Cartum
© incrível.club
Foto: br.freepik.com
© incrível.club
© br.freepik.com
Foto: mercadolivre.com.br
Foto: Aliás, estas são as minhas botas de trilha! M.G.
Foto: W. Gringinger
© incrível.club
© Instagram/educaretransformar
Foto: Getty Images
© incrível.club
© Alamy
Foto: Colourbox.de
© Pixabay.com
Foto: das-naehzimmer.de
© dreamstime